Eventos na Madeira em Junho

A Ilha da Madeira está cheia de tradição e grandes arraiais durante todo o ano.



Este mês aproveite para desfrutar de algumas das estimulantes atracções da Madeira com festas e arraiais practicamente todos os fins-de-semana por toda a ilha.


Mercado Quinhentista – Machico – 6, 7 e 8 de Junho
Realizado na vila mais antiga da Madeira, o Mercado Quinhentista do Machico é um festival de entretenimento que celebra os primeiros anos do arquipélago. Durante uma semana, no mês de Junho, as ruas são decoradas com bandeiras e tendas coloridas, e os residentes vestem trajes medievais – cavaleiros e damas, mercadores e trovadores. O entretenimento inclui reconstituições históricas, teatro de rua, música, cuspidores de fogo e acrobatas. As bancas do mercado vendem uma ampla variedade de artesanato e expõem peças de cerâmica, tecelagem e madeira.


Festival de Fogo the Artifício da Madeira (Festival do Atlântico ) – 7, 14, 21 e 28 de Junho
Este importante festival marca o início das festas de Verão nesta ilha, com numerosas actividades no centro do Funchal e uma competição internacional de fogo-de-artifício todos os Sábados com música clássica e animação de rua. Este evento é com certeza uma deslumbrante atracção turística pois os visitantes são brindados com um magnífico espectáculo de fogo-de-artifício que ilumina todo o céu do Funchal espalhando magia pelo mar e pela baía.


Festas dos Santos Populares 12 a 29 de Junho
As Festas dos Santos Populares são dos maiores arraiais que se celebram por toda a ilha e são ainda hoje o momento alto social em muitas zonas. Estas festas são dedicadas a três santos populares: Santo António, São João e São Pedro.

As celebrações começam com o Santo António na belíssima Igreja de Santo António com cortejos, comida tradicional e grande animação. O Santo António é o santo do amor e casamenteiro e durante este arraial as pessoas fazem fogueiras nas ruas e saltam por cima delas. Dizem que quem saltar mais alto terá sorte no amor. Muitos casamentos são celebrados nesta altura.
O São João é o santo popular mais celebrado por toda a ilha. No Funchal há as festas tradicionais dos Altares de São João entre 19 e 24 de Junho, com as lojas da cidade a criarem altares nas suas montras para mostrar a sua criatividade e as tradicionais marchas populares com muita animação e boa comida. Porto Santo - 19 a 29 de Junho – a mais famosa atracção turística com um grande arraial com eventos interessantes que incluem cortejos tradicionais, saltar por cima de fogueiras na praia e soltar balões.
São Pedro o protector dos pescadores com o maior arraial nos portos pesqueiros de Câmara de Lobos e na Ribeira Brava.
Câmara de Lobos de 28 de Junho a 2 de Julho, em combinação com as celebrações de São Pedro há também a Festa da Espada Preta com muita música ao vivo, bailarico, fogo-de-artifício e barracas de comida à volta do porto, onde poderá desfrutar das delícias da gastronomia madeirense.
A Festa da Espada Preta serve para promover uma das mais típicas especialidades madeirenses e também prestar homenagem aos pescadores locais que há gerações se ocupam da pesca deste extraordinário peixe.
Ribeira Brava – 28 e 29 de Junho
– grande celebração tradicional pela noite fora por ruas decoradas com flores coloridas, música ao vivo, o tradicional bailinho e barraquinhas de comida e bebida na praia. Tradicionalmente os visitantes que queiram participar no arraial têm à disposição transportes nocturnos entre o Funchal e a Ribeira Brava. Há também uma pitoresca procissão de barcos no mar e à meia-noite um espectáculo de fogo-de-artifício.


Festa da Cereja – Câmara de Lobos, Jardim da Serra – 14 a 15
A Festa da Cereja é uma das mais importantes actividades locais que acontece no Jardim da Serra anualmente desde 1954. A beleza deslumbrante da época das cerejeiras em flor acontece normalmente em Abril e Maio. A colheita começa no final de Maio e normalmente termina no final de Junho. Há muitas variedades de cerejas que se cultivam aqui. As ‘Regionais’, de tamanho médio e produção em grandes quantidades e as mais tardias e maiores ‘Norberto’. Esta variedade adapta-se bem ao solo e ao clima da região. Esta doce celebração da colheita da cereja promete um fim-de-semana cheio de animação, com muita música, comida e bebida à mistura. Também há um cortejo da cereja com grandes cestos cheios de cerejas e muitas barracas ao longo das ruas onde pode provar e comprar os excelentes licores de cereja e ginja que aí se vendem.


  • 002fire.jpg
  • events_01.jpg
  • june_09_02.jpg
  • june_09_03.jpg
  • june_09_04.jpg
  • june_09_04_OLD.jpg
  • june_09_05.jpg
  • june_09_06.jpg
  • madeira_walking_2 copy.jpg

Flower Decor